Esse tema tem me incomodado há um bom tempo e venho tentando entender porque duas pessoas participam do mesmo processo, da mesma experiência, do mesmo treinamento, da mesma palestra, da mesma dinâmica, assistem o mesmo filme mas somente uma delas sai daquele momento transformada, como se tivesse despertado de um sono profundo?

Eu cheguei a pensar que tinha a ver com a idade, com a criação, com a cultura, com as experiências e por aí vai. Nenhuma destas respostas havia me deixado satisfeito, até agora.

Mas afinal, porque eu tenho buscado uma resposta para esta pergunta e que transformação é essa?

Vou explicar.

Poucos filmes tiveram uma mensagem tão poderosa para mim como o filme Matrix de 1999. Foi um filme estrelado por Keanu Reeves e Laurence Fishburne com direção dos irmãos Wachowski e se você tem mais de 20 anos, provavelmente já o assistiu.

Para muitos, esse filme não passou de mais uma super produção cinematográfica com uma história de ficção bem bolada, mas para mim, esse filme trouxe uma pergunta intrigante a ponto de me tirar o sono: até que ponto esse filme é uma ficção científica?
Eu fui ter a minha resposta apenas em 2012, treze anos depois, quando eu saí da Matrix.

Como Neo, o personagem interpretado por Keanu Reeves no filme, algo me incomodava, parece que eu sabia que algo estava errado na minha vida mas eu não sabia o que era, mesmo assim eu continuei procurando até encontrar.

Para mim, existe sim uma Matrix, não como retratada no filme mas como um mundo paralelo onde o seu padrão de pensamento lhe revelará este mundo ou não. Eis aqui a transformação da qual eu me refiro no início deste artigo, a transformação do seu padrão de pensamento!

Apenas a mudança do seu padrão de pensamento pode lhe tirar da Matrix, aliás, primeiro você precisa querer sair e aqui está a pista para a resposta da pergunta do começo deste artigo. Porque algumas pessoas querem sair da Matrix e outras não? Porque algumas pessoas querem se libertar de padrões de pensamento previamente estabelecidos para elas e outras não?

Eu encontrei a minha resposta e ela é mais simples do que você pode imaginar: porque ainda não chegou a hora!

Eu lidero eventos, reuniões e encontros mensais com empreendedores e nestes eventos, eu tento de alguma forma, dizer a eles que existe uma Matrix e que eles precisam sair dela se quiserem uma vida diferente da vida que os incomoda, mas vejo que para a maioria isso surte pouco ou quase nenhum efeito.

Isso me frustrava, até que eu descobri que cada um sairá da Matrix ao seu tempo e a única coisa que eu posso fazer, é mostrar a estas pessoas que é possível sim acelerar este tempo, mas que a vontade de libertação precisa vir de dentro.

Tudo começa com um incômodo! Tem algo que está te incomodando? Talvez um trabalho que faz pouco sentido para você? Talvez uma vida que você sente que não é a sua? Talvez um mundo com acontecimentos que não te favorecem? Talvez um casamento que não vai bem?

NAS GRANDES ADVERSIDADES A ALMA NOBRE APRENDE A CONHECER-SE MELHOR.
Friedrich Schiller

Hoje eu sei que é justamente esse o propósito deste Blog. Tentar te mostrar que algo pode estar errado na sua vida, tentar te mostrar que o padrão dos seus pensamentos pode não estar te favorecendo e ajudá-lo a encontrar o seu momento, ou quem sabe, apenas despertar esse pensamento na sua cabeça e causar um incômodo que o faça se movimentar.

Eu quero tornar este Blog em um Íman que atraia pessoas que estão buscando o seu momento e a sua libertação e, se você leu este texto até aqui, provavelmente também está buscando o seu momento de sair da Matrix ou já saiu.

E você, será que chegou a sua hora?

Por favor, compartilhe comigo a sua opinião sobre este artigo deixando o seu comentário logo abaixo. Saiba que o seu comentário pode transformar a vida de alguém e, quanto mais eu souber se o que eu escrevo lhe ajuda ou não, conseguirei ajudar mais pessoas!

Um abraço e até semana que vem!
Rodrigo Telles

Comentários

comentários