Tempo de leitura: 6 minutos.

Caro leitor, quero te dizer que a minha jornada tem sido fantástica até aqui, tenho enfrentado diversos desafios em busca do autoconhecimento e autodesenvolvimento, tenho buscado a felicidade e vivido experiências realmente significativas e edificantes e pensei agora na seguinte questão: porque não é assim desde o início de nossas vidas? ou seja, porque é preciso trilhar essa busca sem fim por descobertas, sensações e realizações? A pergunta é de difícil resposta, entretanto acredito que eu encontrei a minha resposta.

Nas próximas linhas eu quero compartilhar com você essa descoberta e acredite, isso pode te economizar uma longa jornada.

O início dessa descoberta começou com a leitura do livro “O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA” do autor Eckhart Tolle, o mesmo autor do livro “O PODER DO AGORA”, ambos best sellers no mundo todo.

Eu já terminei essa leitura há dois meses mas confesso que foi necessário algum tempo para ruminar o conteúdo do livro.
Quando você encontrar um livro que você não consegue avançar muitas páginas em cada leitura porque precisa parar para refletir sobre o conteúdo, significa que o conteúdo do livro é disruptivo e profundo, e este é o caso desta leitura.

O DEFEITO DE FABRICAÇÃO

Neste livro eu descobri que o meu defeito de fabricação chama-se ego, e o ego governou boa parte da minha vida através de seus pensamentos. É uma doença mental!
Obviamente que esse defeito não é exclusivamente meu, ele vem junto com cada ser humano que nasce nesta terra, ou seja, o seu defeito de fábrica também é o ego.

Segundo Eckhart Tolle, quando Jesus disse que somos todos pecadores, ele estava se referindo ao ego que vive dentro de cada um de nós e que governa nossos pensamentos, ou pelo menos da grande maioria das pessoas.

O ego é responsável por causar todo sofrimento da humanidade e isso acontece porque o ego está interessado em apenas uma coisa: a sua própria sobrevivência.

Nós não somos o ego, nós somos uma entidade superior que dorme em segundo plano enquanto o ego governa nossos pensamentos. Quer ver como é fácil identificar o ego?

Pare a leitura neste momento por alguns segundos, feche os olhos e preste atenção nos seus pensamentos…

Você provavelmente está pensando diversas coisas, esses pensamentos estão sendo criados pelo ego e não por você. Se não é você quem está gerando estes pensamentos, então quem é você neste exercício?
Essa é fácil de responder porém pouco óbvia: você é quem está prestando atenção aos pensamentos e consegue identificá-los, como se os observá-se de cima. Você é aquele que pergunta: porque eu estou pensando isso agora? Esse é você!

Você pode estar aí pensando que tudo isso é uma viagem na maionese e eu na sua posição provavelmente estaria pensando a mesma coisa, a diferença aqui é que tudo isso fez muito sentido para mim e eu acreditei.

PARA O EGO, O MOMENTO PRESENTE DIFICILMENTE EXISTE.
Eckhart Tolle

Os pensamentos do ego, no fundo, tem como objetivo central “ter” coisas e se sentir superior. São todos pensamentos que o fortalecem cada vez mais.

Por isso que conquistas de coisas causam uma sensação de felicidade e realização passageira e vazia, pois satisfazem apenas o ego e não a você, e o ego quer sempre mais, porque ele precisa destes momentos para se fortalecer e ser necessário.

COMO DISSOLVER O EGO

A resposta é simples porém muito difícil: negar o tempo!
O ego só existe porque vive no passado e no futuro.

Vive no passado através das mágoas, ódios, falta de perdão, desilusões, sofrimentos e tudo de ruim que ficou no passado mas que é constantemente trazido ao presente para justificar acontecimentos e sentimentos atuais.

Isso joga você pra baixo toda vez que acontece e não lhe permite avançar, te prende no passado.

Vive no futuro através da ansiedade, sofre por algo que ainda não aconteceu, em busca de “ter” coisas ou vivenciar experiências no futuro.

Isso te prende no futuro, que não existe, e em uma ansiedade por chegar logo lá.

Quando você nega o tempo, ou seja, não vive o passado e nem o futuro, você só tem uma opção, viver o presente, o agora.
O ego não é capaz de viver o agora, isso significa que quanto mais você se satisfizer com o momento presente, fazer o seu melhor agora, mais você dissolverá o ego que vive dentro de você.

Um exercício que pode lhe permitir calar o ego momentaneamente é esvaziar seus pensamentos, pensar em nada.
Um exercício proposto no livro, é pensar sobre a sua respiração, ou seja, prestar atenção no movimento respiratório, como seu pulmão se enche de ar e depois se esvazia e todo o processo envolvido neste ato.

Então traçar metas no futuro é viagem do ego?
O ego geralmente está envolvido no “como” e não no “o que”, ou seja, quando você traça uma meta do tipo: passar no vestibular de medicina, o ego pode justificá-la da seguinte forma:

1. Ganharei mais dinheiro
2. Terei mais status
3. Serei mais respeitado
4. Serei melhor que fulano

E passará a buscar a realização da meta (o como) com uma vibração de pensamento incorreto, buscando apenas o fortalecimento do ego.

A dica valiosíssima que Eckhart Tolle nos deixa em seu livro, é de que quando traçar a meta, justifique-a da seguinte forma:

1. Ajudarei pessoas que precisam do meu dom
2. Ajudarei pessoas que precisam de ajuda com sua saúde
3. Ajudarei a melhorar a vida e a saúde de muitas pessoas
4. Serei um instrumento perfeito para ajudar as pessoas na área da saúde

E o mais importante de tudo, apesar da meta estar no futuro, viva um dia de cada vez agora, porque o futuro é feito de muitos momentos de agoras, ou seja, faça agora o seu melhor para alcançar a sua meta no futuro e assim, drible os motivos que fortificam o ego.

O MOMENTO PRESENTE TEM A CHAVE PARA A LIBERTAÇÃO. MAS VOCÊ NÃO CONSEGUIRÁ PERCEBÊ-LO ENQUANTO VOCÊ FOR A SUA MENTE.
Eckhart Tolle

A GARANTIA

Eu digo que a garantia já venceu porque já não é mais possível reclamar com o fabricante a correção do defeito, neste caso, meus pais.
Não é mais possível por diversos motivos e eu citarei apenas dois: primeiro porque eu já não sou responsabilidade dos meus pais há algum tempo e segundo, porque meus pais não fazem ideia do que eu estou falando, logo, mesmo que eu ainda tivesse dois anos de idade, eles não poderiam fazer nada a respeito.

O que eu quero dizer com isso?
Não fortaleça o crescimento do ego que existe dentro de seus filhos! Ensine-os a viver no presente, não estimule a ansiedade neles e converse com eles constantemente sobre como é importante deixar o passado no passado, perdoar verdadeiramente a si mesmo e as outras pessoas.

Acima de tudo, ensine-os que o mais importante nesta vida é ser e não ter.

Este texto é apenas um fragmento que eu gostaria de compartilhar com você, leitor deste Blog, pois o tema é bem mais complexo e não descarta a necessidade de leitura do livro “O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA” para um entendimento mais completo.

Talvez a esta altura você já tenha se esquecido da resposta que eu prometi lá no começo do artigo, mas eu não e aqui está ela:

Tudo isso é preciso porque faz parte do movimento de evolução do ser humano, que é em sua essência, dissolver o ego e despertar a consciência que dorme em segundo plano dentro de cada um de nós.

Espero que tenha gostado dessa leitura e não se esqueça de deixar o seu comentário logo abaixo, pois só assim eu saberei se estou no caminho certo ou não.

Forte abraço!

Comentários

comentários