Olá pessoa maravilhosa, espero que você esteja muuuuuito bem! Sinta-se em casa e fique à vontade.

⏰Tempo de leitura deste artigo: ~5 min.

AVISO: Se você não gosta de refletir sobre a vida, fuja daqui agora mesmo!

Se você está chegando por aqui agora, saiba que este artigo é o segundo de uma série de 4 artigos falando de programação mental sobre dinheiro.

Para uma maior compreensão sobre este texto, recomendo ler a introdução e o primeiro artigo.

Você já deve ter visto um molde de alguma coisa certo? Isso, aqueles moldes onde você coloca algo dentro dele (seja barro, massa de bolo, torta, etc) e sai depois um “tróço” no formato do molde.

Seu modelo de dinheiro é como um molde, cujo resultado desse molde é a sua vida financeira.

Esse molde não nasce pronto em você e em mim, ou seja, quando você e eu nascemos, a sua e a minha noção sobre dinheiro é nula e isso vai se construindo durante o nosso crescimento e em especial, até os 7 anos de idade.

Muito bem! Isso significa que o seu e o meu molde sobre dinheiro foram construídos quando éramos ainda criança.

Opa, como assim? Você está dizendo que a minha vida financeira atual – seja boa ou ruim – é fruto do que eu aprendi sobre dinheiro quando ainda era criança?

Bingo! É exatamente isso! Loucura… é a voz interior que a sua mente produziu agora certo?

Saiba que essa voz interior também vem de um outro molde, também alicerçado na sua infância – falaremos disso em artigos mais adiante.

Parece loucura, mas não é, acredite quando eu digo: saber isso me libertou.

Me libertou de um casulo mental no qual eu vivia. Saber isso me permitiu avançar e mudar coisas que eu não pensava ser possível mudar na minha vida.

Pensa comigo. Qual é a impressão que uma criança de 5 anos tem, quando vê os pais brigando por causa de dinheiro (em excesso ou na escassez)?

Uma criança de 5 anos que vê os pais brigando por causa de dinheiro, logo relaciona dinheiro com algo ruim, que ela quer evitar, pois aquilo faz os pais brigarem. Da mesma forma, se os pais brigam por causa de bebida alcoólica na presença de uma criança de 5 anos, essa criança pode associar bebida alcoólica com algo terrível e destrutivo e, quando adulta, pode ter traumas em relação a álcool.

Uma criança não pensa como um adulto. Grave isso!

Eu não sei você, mas quando eu era criança, eu presenciei brigas dos meus pais por causa de dinheiro. Passei por episódios muito traumáticos relacionados a dinheiro.

Isso tudo formou o meu molde sobre dinheiro. Sabe o que forma o seu e o meu molde sobre dinheiro?

O sistema de crenças

Perceba que, a sua vida atual é dirigida por um modelo de dinheiro que não foi criado quando você já era adulto e sim, quando era criança.

Faz sentido viver uma vida adulta com modelos criados quando você era criança?

Muitas coisas que eu achava ser ruim quando criança, hoje acho muito bom e o inverso também é verdadeiro. Como por exemplo, quando eu era criança, não me parecia algo ruim caçar passarinhos com estilingue, hoje isso pra mim é inconcebível.

De forma simples, uma crença é a solidificação, a palavra final sobre a compreensão de um tema. Alguns exemplos:

  • Dinheiro é a fonte de todo o mau;
  • Dinheiro é sujo;
  • Dinheiro não traz felicidade;
  • É impossível ter dinheiro e ser espiritualizado ao mesmo tempo;

A grande maioria das nossas crenças não são conscientes, ou seja, pode ser que as crenças que você tem sobre dinheiro sejam inconscientes e essas são as piores. Pois, a primeira regra para se mudar algo na vida, é primeiro identificar e reconhecer o causador do problema.

95% das nossas ações são dirigidas pelo nosso inconsciente

Isso é o que dizem! Estou convencido de que se não for 95%, está entre 90-95%.

A palavra inconsciente já diz tudo. Agir sem consciência, no piloto automático, como um robô.

Pode prestar atenção, muitas das suas ações sobre dinheiro são automáticas e repetitivas. Todos os meses é igual. Exemplos:

  • O dinheiro acaba antes do mês acabar;
  • O dinheiro sai da conta na mesma velocidade que entra;
  • O contato com o dinheiro acontece apenas virtualmente, ou seja, nada de cédulas na carteira, apenas cartões de plástico;

Faça um exercício rápido. Tente relacionar estes comportamentos com as crenças exemplificadas mais acima.

Identificou? Se você sofre com alguns desses comportamentos e ainda não sabia, você acabou de tornar uma crença inconsciente em uma crença consciente e agora, somente agora, consegue fazer algo a respeito. Sacou o processo?

Quando mais você torna suas crenças sobre dinheiro conscientes, mais você pode fazer para mudar o seu modelo (molde) de dinheiro.

Que tal uma oportunidade de se tornar consciente de muitas crenças sobre dinheiro e quebrá-las para mudar o seu modelo de dinheiro atual?

Isso é possível? Sim, é. Existe um treinamento intensivo de 3 dias chamado Millionaire Mind Intensive que faz isso. Este treinamento foi criado por T. Harv Eker, autor do livro Os segredos da mente milionária e que vai acontecer novamente no Rio de Janeiro e São Paulo entre 10 e 12 de novembro e 17 a 19 de novembro respectivamente.

Eu fiz esse treinamento em 2015 e foi ali que tudo na minha se transformou, novamente.

Se eu recomendo que você faça? Sim, sim e sim.

Comprando seu ingresso por este link e utilizando os cupons abaixo, você compra 1 ingresso e ganha +1 ingresso (por tempo limitado – não sei até quando vai a promoção).

São 3 categorias de ingressos e, para cada categoria, utilize um cupom específico, conforme segue:

Cupons

Saiba mais sobre as categorias de ingressos no site oficial do evento.

Fica a dica!

No próximo artigo eu falarei sobre “A árvore da vida” e como isso se relaciona com a sua vida financeira. Imperdível!

Se você gostou (ou não) deste artigo, não se esqueça de deixar seus comentários logo abaixo ok?

Fique com Deus e até o nosso próximo encontro na semana que vem.

Pelo seu crescimento,
Rodrigo Telles

Comentários

comentários