Tempo de leitura: 2,5 minutos.

Desde o final do ano de 2013 mais ou menos eu comecei uma busca pessoal por se tornar mais eficiente e produtivo no trabalho e o que eu percebi, é que eu era bastante improdutivo, só não sabia ainda “o quanto” improdutivo eu era.

VOCÊ SE CONSIDERA UMA PESSOA PRODUTIVA?

Bem eu me considerava, eu achava que era muito produtivo no trabalho, entretanto a minha ótica mudou completamente depois que li o livro “Trabalhe 4 horas por semana” do Timm Ferris e comparei com as coisas que eu fazia no meu dia a dia.

LADRÕES DE TEMPO

Durante o nosso dia a dia nós somos inundados com o que hoje eu chamo de “ladrões de tempo”. Se você parar para analisar, verá que o seu dia também é repleto de ladrões de tempo, como por exemplo o seu Smartphone.

Seu Smartphone pode ser uma boa fonte de informações e entretenimento, porém a vida moderna o tornou também em um ladrão de tempo.

Pense em quantas vezes o seu Smartphone te chama a atenção durante o dia para uma nova mensagem no WhatsApp ou no Facebook, pensou? Agora some a isso o tempo que você demora para retornar ao raciocínio da tarefa que estava executando quando foi interrompido – sim, nosso cérebro demora algum tempo para retomar o raciocínio da tarefa que foi interrompida quando você para o que estava fazendo abruptamente para fazer outra coisa – e claro que isso também consome energia preciosa do seu corpo.

Isso acontece porque o nosso cérebro não processa duas informações ao mesmo tempo, por isso precisa alternar o raciocínio e colocar a tarefa inicial em segundo plano para atender à segunda tarefa.

Isso prejudica o FOCO, que se perde a cada vez que você alterna entre tarefas distintas e isso acontece porque você precisa acessar uma área diferente do seu cérebro para atender a segunda tarefa.

Por isso que a maioria das pessoas que tentam ser multitarefa, ou seja, tentam fazer mais de uma coisa ao mesmo, são tão improdutivas e geralmente cometem muitos erros e encerram o dia exaustas.

O pior disso tudo acontece no final do dia, que é quando a pessoa fala ou pensa para si mesma: hoje eu não fiz nada!
Esse sentimento acontece geralmente quando a pessoa faz muitas coisas e obviamente não consegue finalizá-las ao final do dia, ou seja, se propôs a fazer mais tarefas do que era capaz de realizar.

E o seu trabalho começa a se tornar um fardo todos os dias!

Eu era essa pessoa, finalizava quase todos os dias com esse sentimento, mas não sabia como esse sentimento estava me prejudicando, pois eu ia para casa me sentindo um derrotado.

Você pensa ou sente essas coisas também?

NÓS LEVAMOS UMA SURRA DOS AMERICANOS

Apenas um americano é necessário para produzir o que quatro brasileiros produzem! Não sou eu que estou falando isso e sim uma organização chamada Conference Board que reúne cerca de 120 empresas públicas e privadas de 60 países.

Esses dados saíram no primeiro semestre deste ano e ainda informou (pasmen) que a produtividade dos brasileiros vai cair ainda mais este ano e vai se aproximar aos patamares da década de 1950.

Neste link você encontra a reportagem completa sobre estes dados e como foram avaliados.

Sim, é possível ser mais produtivo e nadar contra a maré brasileira – eu estou conseguindo, a batalha é árdua e envolve uma série de mudanças de comportamentos que aos poucos vou compartilhar com você neste espaço.

Não se esqueça de deixar o seu comentário logo abaixo, eu gostaria muito de ouvir a sua opinião sobre este tema!

Forte abraço e até a semana que vem!

Comentários

comentários