Você já deve ter percebido que o browser Google Chrome tem feito alguns movimentos que podem parecer até um bug certo? Exemplo disso foi a recente retirada do suporte a plugins que utilizam a API de plugins NPAPI no Linux herdada do falecido Netscape (sim, eu usei Netscape Navigator).

A partir da versão 35 do Chrome, os plugins que utilizam Java pararam de funcionar e eu só descobri isso quando tentei acessar o meu banco pela internet. Pensei até que fosse um bug e demorei um pouco para descobrir o que aconteceu. Se você é curioso o suficiente, deve ter pesquisado e descoberto que esse não foi um bug e sim um movimento que o Google fez no Linux ao retirar o suporte para plugins que utilizam a API NPAPI herdada do Netscape na atualização para a versão 35 do Chrome.
A justificativa do Google foi em benefício da evolução tecnológica e segurança e eu não possuo argumentos suficientes para contradizer isso, logo ficarei com esta justificativa. Você pode conferir esse anúncio neste site.

Se você tem menos de 30 anos, provavelmente nunca ouviu falar da Netscape, mas saiba que este nome foi muito relevante para a internet como ela é hoje, com diversidade de browsers e plugins.

Segundo o site oficial da Oracle para Java, se você quiser usar Java no Browser, precisará utilizar o Firefox. Eu tive que fazer isso para acessar o Itaú no Linux. Estranhamente, mesmo com o plugin do Java habilitado, o Itaú deixa você efetuar transações financeiras sem tentar carregar o Guardião, seu plugin adicional para reforçar a segurança.

Estranhamente, no site oficial do Guardião em “Requisitos Mínimos”, ainda consta o Chrome versão 16 ou superior como suportado. Será que a equipe de tecnologia do Itaú ainda não viu isso ou não estão nem aí para esta situação? Se você conhece mais sobre este assunto, por favor nos traga um pouco mais de luz através dos comentários.

Esta semana eu ouvi alguns comentários aqui na empresa sobre a nova atualização do Chrome para Linux e que a atualização para a versão 38 quebrou o recurso de senhas salvas no browser, que agora não consegue diferenciar o mesmo usuário mas com senha diferente para URL’s diferentes. Como eu ainda não atualizei para esta versão (ainda estou na 36), chequei o changelog desta versão e vi diversas mudanças no sistema de armazenamento de senhas e isso talvez seja um comportamento esperado ou mesmo um bug. Você também está experimentando este comportamento? Se tiver mais informações sobre isso, deixe nos comentários logo abaixo.

Talvez a primeira decisão a ser tomada nestes casos seja migrar para o Firefox, que é o concorrente mais próximo do Chrome. Cada um terá suas restrições e eu também tenho as minhas, mas de qualquer forma, eu tenho os dois instalados no meu Linux.

Como usuário Linux eu sou contra o monopólio e acredito em ter opções, por isso sempre terei mais de um browser instalado.
Por falar em diversidade, quando eu escrevia esse artigo, resolvi checar como estão as estatísticas de acesso ao meu Blog no que diz respeito a browser utilizado e Sistema Operacional. Veja abaixo que números interessantes.

Sessões por Sistema Operacional Sessões por Navegador

Para a minha surpresa, usuários de Windows são maioria e quase ninguém (pasmen) utiliza o Internet Explorer (está contido em Outros) para acessar este Blog.

Sendo assim, faço uma pergunta a você usuário de Windows que é maioria no acesso a este Blog: porque você ainda não utiliza Linux? Posso ajudar de alguma forma?

No próximo artigo eu vou falar sobre pirataria (ai ai) e como isso atrasa a sua vida.
Uma ótima semana para você e até semana que vem!
Forte abraço.

Comentários

comentários