Tempo de leitura: ~5 minutos. Você também pode ouví-lo no Podcast acima e ainda fazer download para ouvir aonde você quiser.

A ignorância é uma mãe. Abraça e acalenta aqueles que precisam de um refúgio, de um esconderijo onde a consciência não os incomode. A ignorância é a cama gostosa e quentinha em uma manhã fria como a de hoje e o despertador, é a consciência!

Não importa o quanto de trabalho você já fez sobre si mesmo, é muito fácil retornar para os braços da ignorância.
É muito fácil voltar a fazer as mesmas coisas que você fazia antes e atrair para a sua vida as mesmas coisas que você sempre atraiu.

Porque?

Porque a ignorância é uma mãe, guarda sempre os cantos mais confortáveis e os argumentos mais convencedores.
Não se engane, por trás da ignorância, o antagonista estará sempre à espreita, esperando o momento para mostrar a sua carranca e te esfregar na cara como você ainda é fraco. Você não sabe quem é o antagonista? Recomendo que leia isso antes de continuar.

A ignorância é arrebatadora e basta estar atento no dia a dia para você perceber como é muito fácil voltar a pensar, sentir, falar e viver negativamente.

É alguém que faz um comentário destrutivo perto de você e uma voz lá dentro começa a gerar pensamentos que não lhe favorecem em nada e, se você não interromper aquele pensamento imediatamente, tudo pode estar perdido, e o ciclo que as duras penas você conseguiu extirpar da sua vida, dá as caras novamente.

Que ciclo é esse?

O ciclo da vitimização, aquele que transfere a sua culpa para os outros, novamente a mãe ignorância em ação.

Porque eu resolvi escrever sobre isso hoje?

Porque a ignorância está a um palmo de distância de mim também.
Esses dias eu estava brincando com a minha filha e a TV havia sido deixada ligada por descuido e começou um noticiário falando sobre o acidente de Mariana, aquele acidente com o rompimento da barragem.

E de relance aquilo conseguiu capturar a minha atenção e ali fiquei assistindo aquilo por uns longos e eternos 2 minutos talvez, a verdade é que eu não sei exatamente quanto tempo se passou, até que eu me dei conta de que a mãe ignorância havia me abraçado e eu já tinha entrado na onda da vitimização e lamentações, mesmo não pronunciando se quer uma palavra.

Desliguei a TV imediatamente e refleti um pouco sobre o que havia acontecido e como é realmente fácil ser capturado novamente.

Porque a TV me capturou?
Porque a mídia (a mãe ignorância?) tem um jeito todo especial de envolver o espectador utilizando jogos emocionais que podem ser vendidos.

Esses dias eu estava em um lugar e as pessoas estavam literalmente vidradas na TV curtindo de verdade um programa de domingo.
Adivinha o que passava no programa? Vitimização barata empacotada em um formato todo envolvente e emocional.
Você já sabe do que eu estou falando, o padrão é fácil de reconhecer só pela música de fundo.

Explorar a desgraça dos outros e mostrar alguém chorando na TV dá ibope, e a mãe ignorância sabe disso e vai te abraçando e te envolvendo.

O MUNDO É UMA GOMA DE MASCAR, ASSUME A FORMA DOS SEUS DENTES.
(Dreamer)

Infelizmente ainda se pensa que doar uma casa para alguém que vive em uma casa caindo aos pedaços é uma boa ação. A mãe ignorância contou essa historinha para você durante toda uma vida certo?

Se você também acredita nisso, lhe convido a ler este artigo e você entenderá que isso não é sustentável, é apenas para dar ibope e prender a sua atenção, afinal de contas alguém precisa assistir os comerciais que pagam as contas.

A ignorância está a um palmo de distância e o trabalho sobre si mesmo nunca acaba.

O mundo vai te testar constantemente e todo e qualquer artifício que você conseguir criar para proteger a sua mente, será um passo a mais de distância da mãe ignorância.

Quanto mais você conseguir blindar a sua mente para não deixar este tipo de conteúdo entrar, mais distante da ignorância você estará.

Claro que muitos vão escolher conscientemente ficar aconchegados nos braços da mãe ignorância e no final, o mais importante sempre, é você saber o jogo que você está jogando.

Não importa quanto tempo você dedicou no seu desenvolvimento pessoal até aqui, a ignorância estará sempre a um palmo de distância, lembre-se sempre disso.

Tenha uma semana iluminada e que a força da vontade esteja viva dentro de você!

Rodrigo Telles

Comentários

comentários