Tempo de leitura: 4,5 minutos.

Olá caro visitante, espero que você esteja muito bem!

Provavelmente ao ler o título deste artigo a palavra “miserável” deve ter chamado a sua atenção e talvez por isso você esteja aqui lendo isto. A primeira coisa que você precisa saber é que, quando eu digo “miserável” não estou falando sobre miséria financeira, isto é secundário neste artigo, eu estou falando sobre miséria em um sentido mais amplo que envolve comportamentos, valores e atitudes. Logo se seus comportamentos, valores e atitudes forem miseráveis, a miséria financeira será apenas uma consequência na sua vida.

Se você quer descobrir os primeiros passos para NÃO ter uma vida miserável e sem sentido, fique comigo pelos próximos 4 minutos e saberá se você está no caminho certo.

Leia os comportamentos abaixo e analise se algum deles está presente na sua vida.

1 Seja uma vítima

Esse comportamento é tão comum de se encontrar que já o considero como o estado normal da maioria das pessoas. A maioria das pessoas se colocam na situação de vítima todos os dias em diversas ocasiões.

Ah se eu tivesse dinheiro…
Ah se eu tivesse sorte…
Ah se Deus me ajudasse…

O problema destas afirmações é que elas colocam a culpa pela situação atual em algo ou em alguém, pois é mais cômodo e como não é possível fazer com que esse algo ou alguém mude, não se faz nada para mudar. A real mudança acontece quando você assume a responsabilidade por tudo que acontece na sua vida e como você assumiu a culpa para si, agora sim você pode fazer algo a respeito. Vejamos como ficariam as frases acima sobre esta nova ótica:

Eu não tenho dinheiro! O que posso fazer a respeito?
Se eu fizer de forma diferente, eu terei mais chances!
Se eu me esforçar mais, Deus vai me ajudar!

Percebe a diferença?
Se este comportamento faz parte do seu dia a dia, experimente expurga-lo da sua vida por uma semana e já sentirá uma diferença significativa.

NÃO EXISTEM LIMITAÇÕES PARA A MENTE, EXCETO AS QUE NÓS MESMOS RECONHECEMOS. POBREZA E RIQUEZA SÃO PRODUTOS DO PENSAMENTO.
Napoleon Hill


2 Acredite que é isso que o universo quer para você

O universo não conspira a favor das pessoas que se colocam na condição de vítimas! O universo quer para você o que você quer para você. Entendeu?
Se você se auto sabota todos os dias do tipo “Hoje não vou para a escola para assistir o jogo do meu time” não espere que o universo lhe ofereça o mesmo que é oferecido para o seu vizinho que chega tarde todos os dias em casa porque está estudando e ainda por vezes é zuado de CDF.

3 Fale muito da vida dos outros

Eu fico muito impressionado quando presencio alguém gastando bastante energia para falar da vida alheia. Algumas pessoas estão mais preocupadas com a vida alheia do que com a sua própria vida.
Se fulano é bem de vida (na seguinte ótica: tem uma casa bacana, tem carro legal, um bom emprego, etc) provavelmente é pilantra, rouba de alguém ou vende drogas.
A vida do fofoqueiro é tão desinteressante e monótona que é necessário falar da vida dos outros para se sentir melhor, e o pior, em sua narrativa, ele (o fofoqueiro) acredita ser melhor do que o fofocado.
Hoje sei que este comportamento existe para ajudar a fortalecer um lado nosso que precisa disso para sobreviver, mas isso é assunto para um outro artigo.

4 Assista a muita TV

Eu acredito que eu já contei em algum artigo o resultado da minha experiência de ficar 1 ano sem assistir TV, mas para resumir, eu fiquei 1 ano sem assistir TV e os benefícios foram muito relevantes na minha vida. O mais relevante de todos, é que eu fiquei menos doente. Depois eu descobri que eu fiquei menos doente porque eu reclamei menos. Depois eu descobri que eu reclamei menos porque eu parei de consumir conteúdo negativo e destrutivo.
“Assaltante mata e esquarteja um homem…” Esse tipo de notícia nunca mais fez parte dos conteúdos que eu escolho consumir. Sabe qual é o pior? Tem gente que começa o dia assistindo a esse tipo de porcaria. Resultado: já sai de casa com um padrão de pensamento vibrando negativo. O que você acha que um pensamento que vibra de forma negativa pode gerar? Coisa boa que não é!
Faça um favor para você mesmo, pare de consumir conteúdo negativo, não assista a noticiários, escolha o que você vai assistir e não assista o que está passando!

Nem preciso dizer que desde então (o experimento) eu mudei completamente a minha relação com a TV e só tenho colhido benefícios!

5 Reclame de tudo

Te desafio a contar durante um dia inteiro quantas vezes você reclama de alguma coisa. Você provavelmente vai se surpreender com o número de vezes que você abre a boca para reclamar.
A minha dica aqui é: se você não pode fazer nada a respeito de algo, não abra a boca para reclamar e se reclamar, faça algo a respeito. Novamente, traga a responsabilidade pelo que acontece na sua vida para você!
Lembre-se que a reclamação também é um padrão negativo de pensamento.

SE VOCÊ NÃO ESTÁ COLHENDO O QUE GOSTARIA É PORQUE NÃO PLANTOU O QUE DEVERIA.
Flávio Augusto


6 Siga a boiada

Continuarei fazendo assim porque todo mundo faz assim! Já ouviu essa afirmação em algum lugar? Agora eu te pergunto: a maioria da população mundial é composta por pessoas de sucesso certo? Claro que não! Então porque raios alguém quer seguir o que a maioria faz? Eu te ajudo a responder. As pessoas fazem isso porque é mais fácil e tem preguiça de pensar e procurar como fazer diferente.
Siga a boiada e você terá o mesmo resultado que a boiada tem!
Pense diferente, faça diferente!

Você quer ter uma vida diferente?
TBC: Tire a Bunda da Cadeira, faça alguma coisa a respeito de seus comportamentos destrutivos e faça a sua vida valer verdadeiramente a pena!

Provavelmente eu e você não concordamos em muitas coisas, mas em uma eu tenho certeza de que concordamos: você quer se tornar uma pessoa melhor!

AVISO: Não é fácil fazer nada do que eu disse aqui entretanto, se fosse fácil, todo mundo faria!

Fique a vontade para deixar o seu comentário logo abaixo e compartilhe este texto com seus amigos.
Um abraço e nos vemos na semana que vem!

Comentários

comentários